Mês das Águas promoverá conscientização

Para comemorar o Mês das Águas e alertar a população para a crise hídrica que o país enfrenta, o Ministério do Meio Ambiente (MMA), a Agência Nacional de Águas (ANA) e parceiros programaram uma série de atividades ao longo de março. Toda a área da Esplanada dos Ministérios, no centro da capital, já está iluminada de azul para lembrar a importância do assunto. Também serão realizados eventos no Lago Paranoá e seminários sobre os 20 anos da Lei das Águas.

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, destacou a importância das atividades diante da escassez enfrentada em território nacional. “Torna-se imprescindível uma gestão de recursos hídricos que seja capaz de superar a crise hídrica vivenciada atualmente no país, de forma a garantir o bem-estar da população e atender às necessidades de desenvolvimento socioeconômico”, declarou Sarney Filho.

A iluminação na Esplanada dos Ministérios permanecerá até o fim de março e será realizada pelo MMA e pela Companhia Energética de Brasília (CEB). A Frente Parlamentar Ambientalista e entidades como a Fundação SOS Mata Atlântica, a WWF e a Fundação Mais Cerrado são apoiadoras das atividades que ocorrerão durante o Mês das Águas.

O seminário Águas do Brasil – 20 anos da Lei das Águas discutirá, nos dias 21 e 22, a trajetória da legislação que estabeleceu a Política Nacional de Recursos Hídricos. “A lei trouxe conquistas importantíssimas para o país”, afirmou o secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA, Jair Tannús. “É necessária uma reflexão para consolidar os avanços e aprimorar o sistema nacional de gerenciamento instituído pela lei”, acrescentou.

O dia 25 incluirá diversas atividades pela capital. O movimento Ocupe o Lago, na Ermida Dom Bosco, terá a participação da atriz e ambientalista Maria Paula e promoverá atividades como campeonatos de remo e canoagem, além da coleta subaquática de resíduos do Lago Paranoá, com a participação de 500 mergulhadores. Haverá, também, a Corrida das Águas, no Parque da Cidade.

Brasília participará, ainda, da Hora do Planeta, um ato simbólico encabeçado pela WWF no qual todos são convidados a apagar as luzes por 60 minutos como forma de mostrar sua preocupação com o aquecimento global. Na capital federal, a iluminação de monumentos situados na Esplanada dos Ministérios será desligada às 20h30, momento em que será iniciado um passeio noturno de bicicleta pela região.

A extensa programação deste mês antecede o que virá em 2018. Em março do próximo ano, Brasília sediará o 8º Fórum Mundial das Águas. Será a primeira vez em que o maior evento internacional sobre água ocorrerá no Hemisfério Sul. A expectativa é que sejam discutidas questões para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados aos recursos hídricos.

Entre outras coisas, o encontro abordará, de forma inédita, a ligação do tema com o aquecimento global. Na 22ª Conferência das Partes (COP 22) sobre mudança do clima, realizada em novembro de 2016 no Marrocos, o ministro Sarney Filho anunciou a realização do Fórum em Brasília e destacou a importância da iniciativa. “Será uma grande oportunidade para as trocas entre os diversos setores envolvidos na gestão dos recursos hídricos”, declarou Sarney durante o discurso na COP 22. (Fonte: MMA)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5