Gatos são mais sociáveis do que se imaginava, revela estudo

Os gatos levam a fama de serem antissociais, ao menos quando comparados aos cachorros. Mas um estudo demonstrou que esses felinos valorizam mais a companhia humana do que se imaginava. Os resultados, publicados na mais recente edição da revista “Behavioural Processes”, revelaram que os gatos valorizam mais o contato humano do que outros estímulos como comida, brinquedos e cheiros.

Os pesquisadores avaliaram, individualmente, gatos de dois grupos: 25 gatos que vivem em casas como animal de estimação e 25 gatos que vivem em abrigos. Cada bichano foi apresentado a três estímulos diferentes, de um total de quatro opções: interação social com humanos, comida, brinquedo e cheiro.

Eles registraram, então, o tempo gasto com cada um dos estímulos. O resultado foi que as escolhas variaram muito de gato para gato, mas a maioria elegeu como estímulo preferido o contato com humanos, seguido pela comida.

“Ainda é comum a crença de que os gatos não são especialmente sociáveis ou treináveis”, diz o estudo. “Isso deve se dever, em parte, a uma falta de conhecimento sobre quais estímulos os gatos preferem e portanto estariam mais dispostos a trabalhar por eles.”

É verdade que, dos 50 gatos avaliados, cinco não completaram o estudo devido a comportamento nervoso e outros seis não interagiram com nenhum dos estímulos. Ainda assim, os autores afirmam que os resultados indicam que os gatos são mais sociáveis do que se imaginava. “Apesar de ser comum a ideia de que gatos preferem solidão a interação social, os dados desse estudo indicam o contrário”, concluem os pesquisadores. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5