Sem chuva, nível do Sistema Cantareira cai no domingo

O Sistema Cantareira opera com 63% de sua capacidade no domingo (30), segundo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). A marca é menor que a de sábado (29), quando foi registrado 63,1%.

O Cantareira abastece cidades do estado. Até o momento foram registrados 2,1 mm de chuva em julho – o esperado para o mês é 48,7 mm. Nas últimas 24 horas não houve o registro chuva sobre o sistema.

Ao todo, seis sistemas fornecem água para as cidades paulistas. Veja os índices nos sistemas que abastecem os municípios paulistas:
Cantareira: 63% da capacidade
Alto Tietê: 56,4% da capacidade
Guarapiranga: 73,8% da capacidade
Alto Cotia: 97,7% da capacidade
Rio Grande: 81,9% da capacidade
Rio Claro: 98,7% da capacidade

Índices – Após uma ação do Ministério Público Estadual (MPE), aceita pela Justiça, a Sabesp passou a divulgar outros dois índices do Cantareira.

O Cantareira chegou a atender 9 milhões de pessoas só na região metropolitana de São Paulo, mas atualmente abastece 7,4 milhões após a crise hídrica que atingiu o estado em 2014 e 2015. Os sistemas Guarapiranga e o Alto Tietê absorveram parte dos clientes para aliviar a sobrecarga do Cantareira durante o período de estiagem.

Chuva – Não chove de forma significativa na cidade de São Paulo há mais de um mês e meio, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Este é o mês de julho mais seco em nove anos, de acordo com os meteorologistas.

O tempo continua seco e estável nos próximos dias. As madrugadas permanecem frias e os dias ensolarados, com temperaturas altas durante as tardes. Essa condição meteorológica, com baixos índices de umidade do ar, exige cuidados especiais com a saúde e o meio ambiente. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,