Maré seca atinge litoral de São Paulo até o Rio Grande do Sul

No litoral sul do Brasil, o mar recuou tanto que provocou prejuízos. Em alguns pontos de Santa Catarina o mar recuou até 50 metros. A maré seca atingiu o litoral de São Paulo até o Rio Grande do Sul. O vento forte e constante, com rajadas de até 80 quilômetros por hora, empurrou a água da beira da praia em direção ao alto mar.

“É um fenômeno raro de acontecer na costa do Brasil porque se juntaram vários fatores que contribuíram para esse recuo do mar. Um foi a direção do vento soprando paralelo à costa, que foi de nordeste. Segundo foi a intensidade dos ventos, foi mais intenso. E, também, esses ventos foram persistentes por vários dias”, disse Rossio Camaio, oceanógrafa do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Em Florianópolis, deu para ver as bases das colunas de sustentação das pontes Colombo Sales e Pedro Ivo, que ligam a ilha ao continente. O mar recuou tanto que até a Hercílio Luz ficou exposta.

Nesta segunda-feira (14) a maré subiu um pouquinho, mas dá para ver que ela está longe do nível normal.

Pelos menos 300 embarcações ainda estão encalhadas em vários pontos do litoral sul de Santa Catarina. Com o mar bastante agitado, os cinco portos do estado estão fechados desde sexta-feira (11). Em Itajaí, o prejuízo acumulado é de cerca de R$ 700 mil.

Em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, muitas embarcações também amanheceram encalhadas. Um morador gravou imagens na Praia de Camaroeiro. “Eu estou bem onde é o mar e hoje não tem nada de mar. Recuou tudo. O mar recuou mais ou menos uns 500 metros”, contou.

Em Porto Alegre, equipes da prefeitura estão limpando as margens do Guaíba. O lixo apareceu no sábado (12), quando o rio atingiu o menor nível dos últimos 12 anos.

Agora, o vento mudou de direção e o Guaíba voltou a subir, mas ainda está abaixo do normal. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,