Golfinho retirado do mar por banhistas morre na Espanha

A morte de um filhote golfinho retirado do mar por centenas banhistas para ser fotografado causou nesta quarta-feira (16/08) uma onda de indignação na Espanha.

De acordo com a ONG Equinac, que se dedica a recuperar e cuidar da fauna marinha, o incidente ocorreu no sábado numa praia de Mojácar, no sul do país. O golfinho havia encalhado e banhistas aproveitaram a situação para remover o animal e tirar fotografias.

“Os cetáceos são animais muito sensíveis ao estresse e o manuseio. A grande quantidade de pessoas em cima deles para tirar fotos e tocá-los causa um choque forte que acelera a ocorrência de insuficiência cardiorrespiratória”, afirmou a organização ao explicar o que causou a morte do animal.

Segundo com a Equinac, o grupo de salvamento foi notificado do encalhamento e chegou ao local em 15 minutos, mas o filhote já havia morrido. “O animal foi submetido a curiosos que queriam fotografá-lo e tocá-lo, e isto foi confirmado pelo coordenador dos salva-vidas e por fotografias, na qual crianças estão passando a mão no animal, cobrindo involuntariamente o espiráculo (orifício de respiração)”, acrescentou a ONG.

A organização disse ainda que o filhote pode ter ido parar na praia por ter se perdido da mãe, razão pela qual ele não sobreviveria, ou por estar doente.

O anúncio da morte do golfinho causou indignação nas redes sociais. No Twitter, um usuário pediu que as pessoas deixassem a estupidez em casa antes de ir à praia.

Uma mensagem do partido espanhol contra o maltrato animal (PACMA) culpando o assédio dos banhistas pela morte do filhote recebeu mais de 4,8 mil curtidas no Facebook. (Fonte: Terra)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,