Calhas dos rios Juruá e Purus estão em estado de alerta por causa da estiagem

Depois de uma visita técnica a municípios das calhas dos rios Juruá e Purus, a Defesa Civil do Amazonas decretou estado de alerta nessas localidades devido à estiagem.

Segundo o secretário adjunto do órgão, Hermógenes Rabelo, as comunidades já enfrentam impactos socioeconômicos, como dificuldades no escoamento da produção agrícola e no abastecimento de água e suprimentos.

“Em função dos eventos climáticos em larga escala que têm induzido a diminuição da precipitação de chuva, principalmente, na região Sul e Sudeste do do estado, foi necessário que uma equipe técnica se deslocasse para ver como está a situação de impacto dessa possível estiagem que está se configurando nessa área. Eles retornaram agora e identificaram que houve uma evolução e a gente precisa mobilizar a estrutura da Defesa Civil para atender especialmente as populações que poderão ficar isoladas”, explicou Rabelo.

Com a emissão do estado de alerta, que antecede o de emergência, as defesas civis municipais, estadual e federal vão começar a atuar para diminuir os impactos a população afetada pela estiagem. As ações estarão concentradas em nove municípios: Guajará, Eirunepé, Itamarati, Ipixuna e Envira, na calha do Juruá; e Boca do Acre, Canutama, Lábrea e Pauini, na calha do Purus.

De acordo com a Defesa Civil estadual, a calha do Madeira também foi visitada e permanece em “estado de atenção”. (Fonte: Agência Brasil)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5