Cento e trinta bombeiros e brigadistas combatem incêndio no Parque da Serra do Rola Moça, na Grande BH

Cento e trinta bombeiros e brigadistas combateram, na tarde desta segunda-feira (4), um incêndio que atinge o Parque Estadual da Serra do Rola Moça, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Aviões e helicópteros também estão mobilizados. De acordo com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), a unidade de conservação é a terceira maior localizada em área urbana do país.

As chamas começaram na tarde deste domingo (3) e chegaram perto de casas do condomínio Retiro das Pedras, em Brumadinho. Nesta segunda-feira (4), o combate ao incêndio, que atinge uma área perto do manancial Catarina, recomeçou ainda na madrugada.

Na tarde de segunda-feira, as chamas continuavam altas, e uma cortina de fumaça branca podia ser vista de longe. Por causa do incêndio, os bombeiros informaram que o trânsito ficou interrompido na estrada que passa dentro parque, no trecho entre o Jardim Canadá, em Nova Lima, e a entrada de Casa Branca, em Brumadinho.

De acordo com a tenente Andréa Coutinho, a área atingida pelo incêndio é de difícil acesso, e as equipes somente conseguem chegar de helicóptero ao local de combate.

“É uma área que a gente chama de campo rupestre, ou seja, é uma vegetação muito leve entre pedras. Então, o fogo se propaga de uma maneira muita rápida. E hoje a gente está com mais um fator que ajuda nessa propagação, que é o vento muito forte”, disse a militar.

O parque abriga seis mananciais de captação de água, que abastecem a Região Metropolitana. De acordo com a administração da unidade, incêndios sucessivos destroem a vegetação das áreas de recarga de infiltração da água de chuva no lençol freático.

Segundo o Corpo de Bombeiros, de janeiro a agosto, houve, pelo menos, 56 incêndios na Serra do Rola Moça. Mais de 50 hectares da área do parque foram queimados nesse período.

Ainda de acordo com o Corpo Bombeiros, ainda não há informações sobre a estimativa da área destruída por esse incêndio. Conforme a tenente, as causas ainda estão sendo apuradas, mas, segundo ela, possivelmente, as chamas tenham sido provocadas pelo homem.

Dados da corporação apontam que 99% dos incêndios tem causas humanas. “Já tem quase 80 dias que a gente não tem chuva, a umidade relativa do ar está muito baixa e a gente teve um aumento súbito da temperatura nesse período. Então, são condições favoráveis. Só que esses incêndios vêm aumentando com relação à conduta humana. A colocação de fogo por maneira consciente ou inconsciente, junto a essas condições favoráveis, ela leva ao aumento, sim, gradativo desses incêndios”, alertou a tenente.

Grande BH – Somente nesta segunda-feira, 15 ocorrências de incêndio foram registradas na Região Metropolitana. Uma delas foi na Serra do Cipó. As chamas no local já foram extintas. Já na Região da Pampulha, na capital, chamas consomem uma área de vegetação na altura do bairro Engenho Nogueira desde este domingo. O fogo ameaça casas e empresas e já atingiu um prédio em construção. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5