‘Todos os focos no parque foram debelados’, diz Corpo de Bombeiros sobre incêndio no Parque do Rola Moça

O Corpo de Bombeiros informou, no final da tarde desta segunda-feira (18), que “todos os focos no Parque [Estadual do Rola Moça] foram debelados”. Segundo a corporação, por volta das 17h30, militares sobrevoaram a região e verificaram que não havia mais fumaça no parque, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Nesta segunda-feira, 71 pessoas atuaram para apagar as chamas, sendo 49 bombeiros. O combate ao incêndio também contou com a ajuda de dois aviões de lançamento de água e um helicóptero.

Na manhã de segunda-feira, as chamas estavam concentradas na região do distrito de Casa Branca e em Cachoeira das Ostras. O fogo chegou perto de casas.

O Parque Estadual do Rola Moça tem sofrido com queimadas há várias semanas. Segundo os bombeiros, os incêndios têm sido provocados pela ação humana.

A Associação Mineira de Defesa do Ambiente calcula que o fogo já destruiu aproximadamente mil hectares do parque, o que corresponde a 1/4 da área da unidade.

O gerente do Parque Estadual da Serra do Rola Moça, Marcos Vinícius de Freitas, disse no domingo (17) que ainda não é possível contabilizar a área queimada, pois há uma sucessão de novos focos nos últimos 15 dias. Primeiro, é preciso debelar completamente as chamas para, então, a equipe ir a campo e conseguir determinar os prejuízos. Na noite desta segunda, o G1 não conseguiu contato com o gerente do parque.

De janeiro ao dia 29 de agosto, foram registrados 56 focos que queimaram uma área aproximada de 51 hectares. Apenas o foco iniciado no dia 4 de setembro queimou área de 1.452 hectares, sendo 605 hectares no interior do parque. O instituto Estadual de Florestas (IEF) estima que neste ano foram pelo menos 80 focos. A área queimada do parque já é maior do que a atingida em 2016. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,