Governo decide ampliar importação de energia e não acionar térmicas mais caras

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) decidiu nesta terça-feira (19) em reunião extraordinária autorizar o aumento da importação de energia elétrica da Argentina e do Uruguai se necessário e “na medida em que for possível”.

Na mesma reunião, o comitê avaliou que não há risco de desabastecimento de energia e que, apesar do nível baixo dos reservatórios das usinas hidrelétricas, o governo não acionará as usinas termelétricas mais caras.

Como medida para preservar os reservatórios das usinas hidrelétricas diante da previsão de poucas chuvas, o CMSE decidiu trabalhar para retomar a operação de três usinas térmicas (Araucária, Cuiabá e Termonorte II) que estão paradas, mas são capazes de produzir energia a preços mais competitivos se comparados com os de outras usinas térmicas. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags