Relatório de ONG aponta diminuição da mancha de poluição no Rio Tietê

O relatório anual sobre a qualidade da água do maior rio do estado de São Paulo, elaborado pela ONG SOS Mata Atlântica, apontou que a mancha de poluição do Rio Tietê diminuiu e passou de 137 para 130 quilômetros.

Segundo o estudo, o recuo de 7 km se deve ao aumento do trecho de água com qualidade considerada boa e regular entre Salesópolis e Itaquaquecetuba. O Dia do Rio Tietê é celebrado nesta sexta-feira (22).

A pequena redução na mancha de poluição registrada ainda está muito distante da menor extensão já apurada, no ano de 2014 – período da maior seca da história no estado – quando ficou restrita a 71 km.

Já o trecho de 130 km de rio considerado morto está entre os municípios de Itaquaquecetuba e Cabreúva, e representa 22,5% da extensão do Rio Tietê.

Por dia, o Tietê recebe 730 toneladas de poluição, mas a situação já foi considerada pior. Em 1993, a mancha de poluição era de 530 km entre Mogi e Barra Bonita.

“Melhoria” – Segundo a ONG, a retomada de investimentos em obras de coleta e melhoria dos sistemas de tratamento de esgotos nos municípios da Grande São Paulo, ABC e cidades do interior como Mogi das Cruzes, Itupeva e Indaiatuba contribuíram para a melhora nos indicadores.

Por outro lado, ainda há reflexo do atraso em obras e investimentos em saneamento devido à crise hídrica, o que impediu que os índices melhorassem mais ainda, de acordo com a SOS Mata Atlântica.

Em Salto, de um ano para outro, a situação do Rio Tietê e a qualidade da água que era considerada regular e agora é ruim.

O monitoramento foi realizado em 137 pontos de coletas em 40 municípios de todas as regiões do Estado, entre setembro de 2016, e agosto de 2017.

Poluição – Da Capital ao interior, o Rio Tietê sofre muita degradação com o despejo de esgoto e poluição de várias cidades.

Segundo a SOS Mata Atlântica, o rio transporta 6 milhões de toneladas/ano de dejetos vindos de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná e países do Mercosul. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,