Furacões deixam 30 mortos em Dominica e prejuízo bilionário nas Antilhas

Pelo menos 30 pessoas morreram na ilha de Dominica, no Caribe, devido à passagem do poderoso furacão Maria esta semana, informou na sexta-feira (22) a emissora estatal DBS. Segundo a rádio, 15 das 30 mortes aconteceram em Pointe Michel, ao sul de Roseau, capital do país. A informação é da EFE.

O furacão Maria atravessou a Dominica e deixou a ilha isolada, sem serviços de energia elétrica e água. Depois, o fenômeno climático atravessou outras pequenas ilhas do Caribe e Porto Rico, onde deixou a população sem luz, água e telecomunicações.

Antilhas francesas – Nas Antilhas francesas, os danos causados em bens segurados pela passagem dos furacões Irma e Maria somaram um prejuízo 1,2 bilhão de euros (R$ 4,5 bilhões), segundo os cálculos provisórios das companhias de seguro.

Os números foram divulgados nesta sexta-feira em um comunicado do ministro de Economia e Finanças da França, Bruno Le Maire, que se reuniu com a Federação Francesa de Seguros (FFA) e com as principais companhias envolvidas, que se comprometeram a facilitar os procedimentos para a gestão dos danos.

O ciclone Irma atingiu particularmente as ilhas de Saint Martin (da qual parte do território pertence à França) e Saint Barth – que sofreram danos catastróficos que causaram a morte oficialmente de pelo menos 11 pessoas e vários desaparecidos -, enquanto Maria passou por Martinica e, sobretudo, Guadalupe (onde foram contabilizados dois falecidos).

A FFA se comprometeu a informar a declaração dos danos por telefone, internet ou carta, bem como a estender o prazo para fazê-lo até o dia 15 de outubro para Irma e até 30 de outubro para Maria.

Também se comprometeu a mostrar “compreensão” sobre os meios para avaliar os danos e pagar um adiantamento aos que tiveram suas casas destruídas. (Fonte: Agência Brasil)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5