Dezenas de animais silvestres são reabilitados e devolvidos à natureza

Dezenas de animais foram devolvidos à natureza, na manhã dessa quinta-feira (19), dentro de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). Principalmente os pássaros passaram por um longo processo de reabilitação no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) pelos técnicos do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recurso Naturais Renováveis (Ibama).

Foram soltos: um mamífero (ouriço), cinco répteis (dois tejus, uma iguana, duas jibóias), 10 passarinhos (quatro sebites, um patativa, dois papa-capins, três xexéus), além de 30 aves da família psittacidae (17 maracanãs nobre, quatro jandaias verdadeiras, nove periquitos rei).

A RPPN não é divulgada para evitar a ação de caçadores e pessoas que capturam os animais para comércio ilegal.

Segundo Ana Cecília, bióloga e veterinária da equipe de Gestão de Fauna do IMA/AL, “os psitacideos que chegam ao Cetas geralmente possuem comportamento humanizado. São reabilitados para fortalecimento de musculatura e depois de meses de reabilitação é feita a soltura”.

A técnica reforça ainda que para a devolução desses animais à natureza foi fundamental a parceria com o proprietário da RPPN que “providenciou cochos para colocação de água e comida. Isso é de grande importância principalmente para os animais que ficaram muito tempo em cativeiro. Pois estes são mais mansos e demoram mais para se dispersar, neste período de tempo o proprietário dá todo o suporte”.

Ana Cecília explica ainda que o proprietário da RPPN foi procurado principalmente por causa dos psitacídeos, “a soltura deles não pode ser feita sem um apoio de manutenção de alimentação e água até sua dispersão com os bandos nativos”.

Outros proprietários de RPPN que queiram se tornar parceiros nas ações para soltura de animais podem cadastrar áreas junto ao IMA/AL, para isso basta entrar em contato com a equipe técnica de Gestão de Fauna, para verificar os procedimentos formais, através dos telefones: 3315-1778 e 9.8867-6515.

Fonte: Ascom / IMA-AL

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,