Showtec foca no meio ambiente e mostra como agregar carbono no campo

Uma das maiores feiras agropecuárias de Mato Grosso do Sul realizada sempre em janeiro, o Showtec, vai focar no meio ambiente e mostrar como fixar carbono no solo por meio da integração lavoura-pecuária.

O lançamento acontece na manhã desta terça-feira (31), na sede da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS). O objetivo é mostrar aos produtores que fazendo a integração, o gás carbônico será fixado mais rapidamente no solo.

Quem explica melhor sobre o tema que será bastante discutido no Shoowtec, é o diretor executivo da Fundação MS, Alex Marcel Melotto. “Nosso tema central do ano que vem é a compensação de carbono por meio dos cultivos. Pesquisas recentes da Embrapa, descobriram que algumas formas de cultivo são mais eficientes para puxar o carbono do ar do ambiente e injetar no solo, pois, o solo rico com carbono se torna mais produtivo”.

Os estudos mostram ainda que esse processo é acelerado com a integração lavoura pecuária. “Um dos resultados mais expressivos é o plantio integrado entre lavoura e pecuária para a compensação de carbono e vamos mostrar isso aos produtores”, defende.

Melotto informa ainda que quatro anos do sistema implantado, equivale a mesma compensação de carbono feita por uma mata nativa. “O sistema agropecuário atualmente utilizado em Mato Grosso do Sul, é pautado pela cultura do milho e soja e o milho adicionado ao capim, é extremamente eficiente na adição de carbono ao solo”.

A feira será realizada em Maracaju, como todos os anos, de 17 a 19 de janeiro. O Showtec, estará ainda mais focado na conservação ambiental, com a missão de difundir tecnologias para apoiar o expressivo crescimento das áreas cultivadas no Estado.

Além das palestras sobre estoque de carbono, a feira também discutirá sobre os principais desafios para cultura da soja e milho safrinha, cana-de-açúcar, pequenos negócios rurais e conservação do solo.

Fonte: Campo Grande News

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,