Metrô embarca na proteção do Planeta

Estações e vagões do metrô em todo o país vão mostrar o que o mundo tem feito para proteger a camada de ozônio e como isso afeta a vida de bilhões de pessoas. O Protocolo de Montreal, acordo internacional que uniu 196 países para eliminar as substâncias nocivas à camada, chega aos 30 anos como uma das iniciativas mais bem-sucedidas em defesa do Planeta. Para comemorar, o Brasil lança na segunda-feira (6/11) uma campanha esclarecedora.

O acordo foi assinado para banir dos processos de fabricação produtos químicos que até hoje estão no sofá da sala, na geladeira no ar condicionado e até no cardápio de milhões de pessoas. Liberados na atmosfera, eles destroem a proteção natural da terra contra os raios ultravioletas.

Coisas que pouca gente conhece pelo nome, como hidroclorofluorcarbonos (HCFCs), halons, brometo de metila, tetracloreto de carbono (CTC), metilclorofórmio e hidrobromofluorcarbonos (HBFCs vêm sendo sistematicamente substituídas nos processos industriais. E o que está em uso, passa por processos de neutralização após a vida útil do móvel ou eletrodoméstico fabricado com ele descartado corretamente, eliminando os riscos para a camada de ozônio.

“Continuamos tendo acesso a esses bens de consumo, mas agora sem que eles contribuam para destruir a camada que protege todos os seres vivos do excesso de radiação ultravioleta”, afirma a coordenadora-geral de Proteção da Camada de Ozônio do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Magna Luduvice.

PÚBLICO ESTIMADO

A campanha nos metrôs terá um público estimado em 4,2 milhões de pessoas por dia. A campanha será veiculada em nove cidades de quatro regiões do país: Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Salvador (BA), Maceió (AL), Recife (PE), João Pessoa (PB) e Natal (RN).

Os usuários podem participar, enviando fotos e mensagens pelas redes sociais, por meio da hashtag #30AnosProtocoloDeMontreal. É possível, também, fazer download das publicações sobre a proteção da camada de ozônio em seus aparelhos celulares, com QR codes.

A campanha é uma parceria entre as agências implementadoras do Protocolo de Montreal no Brasil: MMA, Ibama, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e agência de cooperação alemã GIZ. Também são parceiras as companhias de trens e metrôs do país: ANPTrihos, Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Via Quatro, Companhia Paulista de Trens Urbanos (CPTM), Trensurb, Metrô Bahia, Companhia de Transporte do Estado da Bahia (CTB) e Metrô DF.

Fonte: MMA

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,