Ambientalistas expõem cartazes na Esplanada em ato por sustentabilidade

tivistas ambientais e estudantes se reuniram em frente ao Congresso Nacional na manhã desta quarta-feira (1º) cobrar ações relacionados ao clima e sustentabilidade. De acordo com os organizadores, cerca de 200 pessoas participaram do movimento. A Polícia Militar estima que havia 40 manifestantes.

O ato ocorreu de forma pacífica. O grupo expôs cartazes no gramado com mensagens pedindo “justiça climática” e citando a Marcha Mundial do Clima.

O estudante Caio Felipe Uchoa disse que é preciso protestar para “conscientizar”.

“Se aumentar a temperatura, vai ter decadência da humanidade. Precisamos mostrar para o mundo o que está acontecendo.”

A estudante Amanda Chaves fez um alerta sobre a preocupação com o meio ambiente. “A marcha me trouxe aqui para não ser só mais um. Estamos sofrendo com um grande problema, que é a crise hídrica. Meus filhos, provavelmente, não vão ter a estrutura que temos hoje. Então temos que lutar hoje para garantir no futuro.”

Parte do grupo se reuniu com representantes da Câmara e do Senado para discutir temas relacionados a meio-ambiente. Ao G1, o professor Salvador Dourado disse que os diálogos foram “positivos”.

“A gente foi ter uma audiência para discutir a Conferência Mundial do Clima, que vai ser na próxima semana, na Alemanha. O Brasil, por ser um país de dimensão continental, tem papel importante nisso”, explicou.

A Marcha Mundial do Clima aconteceu em 29 de abril deste ano. O evento busca atrair atenção da opinião pública para a necessidade de ajudar países pobres que têm áreas de risco por causa de eventos climáticos extremos.

Outro mote do encontro é fazer com que as pessoas percebam que não se pode mais usar combustíveis fósseis como se eles não causassem mal à natureza e que é preciso reduzir produção e consumo para se ter um mundo mais sustentável.

Fonte: G1

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,