Debates movimentam Espaço Brasil na COP23

As políticas brasileiras de combate ao desmatamento foram apresentadas nesta terça-feira (07/11) à comunidade internacional. O Cadastro Ambiental Rural (CAR) e outras ações de conservação realizadas pelo país foram tema dos debates realizados pelo país no Espaço Brasil na COP 23, uma área montada pelo governo federal na Conferência do Clima, que ocorre até a próxima semana em Bonn, na Alemanha.

Com uma área de 411 milhões de hectares cadastrados, o CAR é um registro eletrônico obrigatório para todos os imóveis rurais e está entre as medidas que fortalecem a conservação no país. Conforme estudo americano apresentado em um dos debates, diversas áreas brasileiras obtiveram queda no desmatamento após serem registradas no sistema. “O Cadastro é uma revolução para a fiscalização”, avaliou o diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Luciano Evaristo.

As imagens de satélite dos imóveis registrados pelo CAR formam uma base de dados estratégica para o controle e o combate ao desmatamento. “Ao saber que está sendo monitorado, o produtor rural passa a planejar melhor o uso do solo e isso reflete diretamente na redução do desmatamento e na melhoria da produção”, explicou Janaína Rocha, gerente de Cadastro de Florestas do Serviço Florestal Brasileiro, órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente.

UCs

O papel das unidades de conservação (UCs) brasileiras para a manutenção do sistema climático global também foi debatido no Espaço Brasil na COP 23. O diretor de Criação e Manejo do ICMBio, Paulo Carneiro, afirmou que as áreas protegidas são fundamentais para conter a mudança do clima. Segundo ele, as UCs contribuem para a redução das emissões de gases de efeito estufa geradas por mudança do uso da terra, uma vez que são áreas onde não pode haver desmatamento.

A implementação do Código Florestal e a atuação dos povos indígenas na gestão ambiental estão entre os temas que serão debatidos nesta quarta-feira (08/11) no Espaço Brasil na COP 23. Até o fim da Conferência, o local sediará dezenas de outros debates que têm o objetivo de envolver setor público, sociedade civil e iniciativa privada na agenda climática e nas ações para o cumprimento das metas brasileiras de corte de emissões.

MOBILIDADE

Soluções para a mobilidade urbana integraram os debates realizados pela delegação brasileira nesta terça em Bonn. No Espaço Brasil, o ativista Ricardo Martins mostrou como tem buscado formas sustentáveis de locomoção nas grandes cidades. Em uma bicicleta feita de bambu, Ricardo visitou diversos países para descobrir as alternativas de transporte usadas pelo mundo.

A COP 23

Conhecida como Conferência do Clima, a 23ª Conferência das Partes (COP 23) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima ocorre até 17 de novembro com o objetivo de avançar na regulamentação do Acordo de Paris, um esforço em que mais de 190 países se comprometem a fazer sua parte para conter o aumento da temperatura média do planeta. Nesse contexto, a meta brasileira é reduzir 37% das emissões até 2025, com indicativo de cortar 43% até 2030.

Fonte: MMA

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,