Cientistas zarpam para explorar novo e misterioso ecossistema antártico

Uma equipe internacional de cientistas liderada pela organização British Antarctic Survey (BAS) zarpou nesta quarta-feira (21) para explorar um misterioso ecossistema marinho na Antártica que esteve escondido sob o gelo durante 120 mil anos.

A BAS explicou que o iceberg conhecido como A68, que se separou da plataforma de gelo Larsen em julho de 2017, tem um leito marinho de 5.818 km2, ou seja, maior em superfície que as Ilhas Baleares.

“É uma missão urgente. O ecossistema que esteve escondido sob o gelo durante milhares de anos poderia mudar quando a luz do sol alterar as camadas da superfície do mar”, disse o BAS em um comunicado.

A equipe internacional zarpou de Stanley, nas ilhas Malvinas, e passará três meses a bordo do navio científico RRS James Clark Ross.

A bióloga marinha do BAS Katrin Linse, que dirige a expedição científica, disse que esta é “uma oportunidade única de estudar a vida marinha, à medida que responde a uma mudança ambiental radical”.

A equipe explorará o ecossistema coletando animais do solo marinho, micróbios, plâncton, sedimentos e amostras de água, além de mamíferos marinhos e pássaros.

O grupo de defesa do meio ambiente Greenpeace visitou e filmou no mês passado este leito marinho antártico como parte de sua campanha para transformar uma grande parte da região em reserva natural.

Fonte: France Presse

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,