Produção de óleo e gás no pré-sal registra novo recorde em fevereiro

Recorde na produção de petróleo na camada pré-sal

A produção do pré-sal ficou em 1,763 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boed) em fevereiro, um novo recorde para a extração de matéria-prima na área. Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que esse valor equivale a 53,3% do total produzido no País.

Apenas de petróleo retirado em águas profundas, na camada do pré-sal, foi 1,408 milhão de barris por dia. No caso do gás natural, 56 milhões de metros cúblicos por meio de 83 poços.

Retomada

Arquivo EBC

ANP

No ano passado, o Brasil finalmente retomou as rodadas de licitação na área do pré-sal, que estavam há anos paralisadas. Com novas medidas regulatórias e maior transparência nos contratos, 75% das áreas ofertadas foram arrematadas, com forte interesse de empresas com atuação global.

Em 2018 está marcada a quarta rodada de licitações de áreas do pré-sal, prevista para ocorrer em junho. Se repetir o sucesso das ocorridas no ano passado, o leilão vai trazer investimentos, ajudar na retomada de empregos e trarão efeitos positivos na economia de estados e municípios que precisam do dinheiro oriundo do petróleo, como é o caso do Rio de Janeiro.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da ANP

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , , ,