Tecnologia de seleção genética vai trazer melhoramentos aos zebuínos no Brasil

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) assinaram, esta semana, um acordo de cooperação técnica para condução conjunta das avaliações genéticas genômicas nacionais dos zebuínos. O anúncio representa uma perspectiva para o melhoramento genético das raças, predominantes na pecuária brasileira.

A primeira etapa do processo vai contar com apoio do governo federal: a genotipagem de milhares de animais que formarão a população de referência. A partir dessa população de referência será possível produzir DEPs genômicas (uma ferramenta tecnológica de seleção genômica) que beneficiarão direta ou indiretamente todos os criadores.

O grupo acredita que esta ação será capaz de mobilizar os criadores a investirem na genotipagem, uma vez que os benefícios só serão efetivos se os novos animais continuarem a ser genotipados e fenotipados. As amostras biológicas (pelos da vassoura da cauda) já começaram a ser colhidas e serão enviadas aos laboratórios para extração e leitura de DNA. A meta é incorporar as informações genômicas na avaliação genética nacional das raças zebuínas, que será conduzida pelas duas entidades, ainda este ano de 2018.

Henrique Ventura, Superintendente Adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ, destaca que o impacto da parceria será significativo. “Os selecionadores e compradores de genética poderão tomar suas decisões lastreadas em avaliações genéticas produzidas por duas entidades representativas da pecuária nacional e que têm como missão contribuir para o aumento sustentável da produção de alimentos no Brasil e no mundo.”

Fonte: Governo d0 Brasil

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,