Representantes do Ministério do Meio Ambiente ministram curso de zoneamento ambiental a técnicos da FMA

As experiências e impressões da Capacitação sobre Zoneamento Ambiental Municipal (ZAM) ministrada por técnicos do Ministério do Meio Ambiente (MMA) a servidores da Fundação Municipal de Meio Ambiente (FMA) serão compiladas e usadas para ajudar a aperfeiçoar o Programa, que deve ser transmitido aos demais municípios brasileiros por meio de plataformas de Educação à distância.

Na sexta-feira, 27, foram realizadas atividades práticas do ZAM, ocasião em que os participantes verificaram paisagens do município fora do Plano Diretor, selecionadas como prioridades pelos gestores. O grupo percorreu a região do Taquaruçu Grande, as margens da rodovia TO-050, os bairros Aureny III, Taquari e a ocupação conhecida por Capadócia.

Um fato comum observado na região rural foi a grande quantidade de residências em lotes oriundos de microparcelamentos irregulares. A professora Cláudia Grossi, palestrante do curso, observou que, assim como todos os municípios brasileiros, a questão fundiária e ambiental apresentam problemas sérios em Palmas. No entanto, por ter um Plano Diretor recém-revisado e robusto e ser um município jovem, todos os problemas em Palmas têm um alto potencial de solução.

“É possível definir a área rural de Palmas como descaracterizada pela irregularidade. Mas todos esses problemas demonstram que ainda podem ter soluções efetivas se adotadas a curto prazo”, considerou.

Fonte: Surgiu

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,