Ibama apresenta Conversão de Multas Ambientais em evento no Instituto Federal do PI

imagem sem descrição.

O Ibama realizou seminário no Instituto Federal do Piauí (IFPI) para apresentar o Chamamento Público 01/2018, que seleciona projetos a serem desenvolvidos com recursos da Conversão de Multas Ambientais nas sub-bacias dos rios Poti, Canindé, Longá e em parte da calha do Rio Parnaíba. Cerca de 100 pessoas participaram do debate sobre o chamamento, que também contempla projetos para recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e áreas de recarga de aquíferos em dez sub-bacias nas cabeceiras do Rio São Francisco.

Os projetos desenvolvidos para a bacia do Parnaíba abrangem 213 municípios. Na bacia do São Francisco, 195 localidades podem ser beneficiadas. Estima-se o atendimento de pelo menos 5 mil famílias com ações socioambientais no Parnaíba. O prazo previsto para investimentos na região é de 10 anos.

Representantes do Estado, dos municípios, de organizações não-governamentais e de associações do Nordeste, além de professores e alunos do IFPI, debateram com coordenadores e superintendentes do Ibama o apoio que a Conversão de Multas Ambientais pode proporcionar à convivência sustentável com a semiaridez.

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) apresentou técnicas para adaptação à semiaridez com geração de renda, conhecimento cuja aplicação pode ser apoiada por recursos da Conversão de Multas.

Em abril, o Ibama já havia reunido especialistas para debater a iniciativa em seminário realizado na sede do Instituto, em Brasília, com a participação de mais de 200 pessoas.

O Ibama e o IFPI discutem acordo de cooperação técnica que prevê apoio do quadro profissional e da infraestrutura tecnológica do Instituto Federal do Piauí e aproveitamento dos resultados dos projetos de Conversão de Multas para aperfeiçoamento de alunos do IFPI.

“O seminário realizado no Piauí foi mais uma oportunidade para a expansão da rede de instituições que apoiam o projeto de Conversão de Multas do Ibama e que podem submeter projetos para a recuperação das bacias hidrográficas do São Francisco e do Parnaíba”, disse a chefe do setor de Projetos Especiais do Ibama, Ana Beatriz de Oliveira.

Fonte: Ibama

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,