Oito cursos gratuitos sobre sustentabilidade em EAD

O Ministério do Meio Ambiente está com inscrições abertas para oito cursos gratuitos de Educação a Distância na modalidade auto instrucionais (sem tutoria). Entre os temas abordados estão Água, Unidades de Conservação, Resíduos Sólidos, Produção e Consumo Sustentáveis. Para participar, os interessados devem acessar o ambiente virtual de aprendizagem do ministério (http://ead.mma.gov.br/), se cadastrar e efetuar a inscrição em um ou mais cursos. A efetivação da inscrição está condicionada ao número de vagas.

O conteúdo produzido é livre, público e pode ser disponibilizado para uso por instituições parceiras.

O Ministério do Meio Ambiente informou que investe na customização de um ambiente virtual de aprendizagem e na elaboração de cursos de educação a distância. “O objetivo é permitir o acesso a conteúdos socioambientais e materiais pedagógicos para utilização online e off-line. Já passaram pela plataforma mais de 100 mil usuários”, acrescenta o site da pasta.

Recortes

Alguns cursos foram pensados e disponibilizados para recortes específicos de público e outros para serem ofertados de maneira livre, semipresencial, com apoio de instituições parceiras, a distância, com tutoria contratada ou voluntária e autoexplicativas (sem tutoria).

Os conteúdos disponibilizados se tornam subsídios e aportam ferramentas para o planejamento e a gestão de programas regionais e locais de educação ambiental

Veja a lista dos cursos:

Nome do Curso Objetivo Público Carga horária Vagas
Conflitos em Unidades de Conservação: estratégias de enfrentamento e mediação. Contribuir para a apropriação da educação ambiental como um instrumento na gestão e mediação de conflitos socioambientais nas UC’s. Sociedade em geral, com foco em: Formuladores e executores das políticas governamentais relacionadas a UCs em âmbitos federal, estadual e municipal. 25 horas 2.000
Crianças e o Consumo Sustentável. Trabalhar o conhecimento dos pais e educadores para que construam valores mais sustentáveis com as suas crianças, desestimulando o consumir por consumir e incentivando a prática de brincadeiras, hábitos e atitudes muito mais saudáveis e sustentáveis. Pais, mães e educadores de crianças. 30 horas 2.000
Juventudes. Participação e Cuidado com a Água Propiciar elementos para uma percepção sistêmica e integrada da água, para a reflexão e avaliação crítica da problemática da água no Brasil e no mundo, bem como de avaliação estratégica do potencial de incidência das juventudes nas políticas e ações de águas no país, numa perspectiva inclusiva, dialógica e de atuação em rede. Jovens, ativistas e membros de instancias colegiadas do SINGREH e do SISNAMA, que já atuam ou possuam interesse em atuar em iniciativas de cuidado com a água ou mesmo nas instâncias formais de gestão da Política de Recursos Hídricos. 30 horas 2.000
Educação Ambiental e Mudança do Clima para Gestores Fornecer material técnico e institucional, para a administração pública, sobre estratégias de mitigação e adaptação a mudanca do clima, bem como a algumas estratégias para o gestor público realizar uma gestão urbana de baixo carbono. Gestores públicos municipais e gestores estaduais. 30 horas 2.000
Estilos de vida sustentáveis Incentivar a reflexão, discussão e ação interativas com informações e conceitos sobre mudança em favor de estilos de vida sustentáveis. Cidadãos- consumidores 30 horas 2.000
Guia para a Produção de Conteúdos EAD Desenvolver conhecimento, habilidades e atitudes que possibilitem aos profissionais por ele formados, utilizarem de maneira teórica e prática um guia para a produção de conteúdos para a Educação a Distância (EAD), contribuindo para fomento da educação ambiental e a difusão de políticas públicas de meio ambiente. Todo profissional que deseja aprender ou aprimorar técnicas de produção de conteúdos para EAD. 20 horas 2.000
Igualdade de Gênero e Desenvolvimento Sustentável Sensibilizar e capacitar os gestores públicos de todas as áreas sobre a problemática da desigualdade de gênero e a importância da transversalização dos temas “gênero” e “desenvolvimento sustentável”.

Fonte: Correio 24 horas

Gestores públicos de todas as áreas, federais, estaduais e/ou municipais. 20 horas 2.000