Curso de agroecologia ensina a produzir alimentos livres de agrotóxicos

Na Comunidade São Geraldo, na área dos produtores rurais Hilda Lopes da Trindade e Josmar da Trindade, localizada no município de São José dos Quatro Marcos (315 km a Oeste de Cuiabá), a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) realizou um mini curso sobre agroecologia e agricultura orgânica.

O evento teve como objetivo a capacitação dos agricultores familiares em sistemas agroecológicos, incentivando o desenvolvimento de práticas sustentáveis.

O extensionista da Empaer, Adriel Fernandes Correa, explica que a iniciativa partiu dos produtores que possuem uma pequena horta na propriedade, que é considerada o sustento da família, e já utilizam práticas agroecológicas.

O curso foi realizado nos dias 8 e 9 de maio, e contou com a participação de dez agricultores que receberam informações para o uso racional de insumos, noções de preservação do meio ambiente e produção de alimentos livres de agrotóxicos.

Os extensionistas da Empaer, Ariel, Aline Castilho de Lima, Laura Arruda e Jackson Ferreira proferiram palestras sobre os princípios agroecologicos, importância social, geração de renda, meio ambiente, práticas de adubação verde, conservação do solo e da água, qualidade de vida do produtor e consumidor.

Durante o curso os agricultores aprenderam a fazer algumas receitas e técnicas usadas na agricultura orgânica e tratamento natural, como: calda bordalesa, calda sulfocálcica, pomada fitoterápica, medicamentos fitoterápicos para animais, homeopatia, adubo orgânico Bokashi, calda de cinzas, extrato de neem, extrato de fumo e pimenta, entre outros.

Numa área de 20 hectares, são cultivadas hortaliças tais como cebolinha, rúcula, couve-manteiga, tomate e outros. E os produtos são entregues para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), programa do governo federal que compra alimentos produzidos pela agricultura familiar. Os produtores possuem também criação de gado de corte e de leite. Todo excedente produzido na propriedade é comercializado no município.

De acordo com Correa, o curso de agroecologia tentou mostrar para os produtores como produzir sustentavelmente pensando no meio ambiente e na qualidade de vida. Durante dois dias, os produtores participaram também de dinâmicas de grupo, que promoveram a integração e a motivação dos participantes. Foram distribuídas também algumas sementes e mudas para que os produtores comecem a usar na propriedade.

O evento contou com o apoio de extensionistas da Empaer dos municípios de Araputanga, Mirassol D’Oeste e Cáceres.

Fonte: Mídia News

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,