Paraná prepara técnicos para a agroindústria

A Secretaria da Educação tem uma oferta variada de cursos profissionalizantes ligados ao agronegócio, setor responsável por cerca de 40% da economia paranaense. Um deles é o Curso Técnico em Agroindústria, disponível na modalidade subsequente no Centro Estadual de Educação Profissional Olegário Macedo, em Castro, nos Campos Gerais. Na unidade, estudam cerca de 500 alunos. Além do Curso Técnico em Agroindústria, estão disponíveis os cursos técnicos em Meio Ambiente subsequente, e em Agropecuária subsequente e integrado. Cursos subsequentes são ofertados para quem concluiu o ensino médio, enquanto o curso integrado está disponível para quem concluiu o ensino fundamental e deseja fazer o ensino médio em conjunto com o ensino profissionalizante. De acordo com a diretora auxiliar do Centro, Veronica do Espirito Santo Sokolowski, a agroindústria cumpre a função de agregar valor à produção agrícola e pecuária, ligando a agropecuária ao setor industrial. Ela afirma, ainda, que o curso técnico em agroindústria foi estabelecido na unidade devido à quantidade e proximidade de empresas deste setor em toda a Região.// SONORA VERONICA DO ESPIRITO SANTO SOKOLOWSKI// A unidade é equipada com laboratórios e materiais para atividades práticas nas áreas de laticínios, vegetais e carnes, além de salas de aula para o conteúdo teórico. Desde 2011, foram investidos cerca de 250 mil reais em cerca de 50 equipamentos para o Centro Estadual de Educação Profissional Olegário Macedo. Fazem parte desses investimentos um defumador com desidratador, embaladeira a vácuo, freezer, moedor, ilha expositora, câmara fria, esterilizador de facas, além de trituradores, prensas, desidratador, descascador, e butirômetros, usado para avaliar a gordura do leite. Samanta Lorelay Bohman, de 24 anos, trabalhou em vendas após concluir o ensino médio e conta que nunca havia se imaginado no setor de agronegócios.// SONORA SAMANTA LORELAY BOHMAN//Ao concluir o curso, o aluno recebe um certificado de técnico em Agroindústria, estando apto a trabalhar no processamento de alimentos nas áreas de laticínios, grãos, cereais e carnes. Ele também fica apto a trabalhar no beneficiamento de frutas e hortaliças; em programas preventivos, de higienização e sanitização da produção agroindustrial; em programas de manutenção de equipamentos; em sistemas de controle de qualidade; e na distribuição e comercialização de produtos. Simone Gomes, de 41 anos, é graduada em Recursos Humanos, mas conta que sempre se interessou pelo ramo de alimentos e tem muitos planos.// SONORA SIMONE GOMES//O curso é gratuito, tem duração de um ano e meio e está disponível para qualquer pessoa com ensino médio completo. Novas turmas estão previstas para começar no mês que vem, com um mínimo de 35 alunos matriculados. Mais informações estão no site do Centro Estadual de Educação Profissional Olegário Macedo ou podem ser obtidas pelo e-mail catceepolegariomacedo@seed.pr.gov.br. Os cursos profissionalizantes da rede estadual são oferecidos em 350 instituições de ensino de 184 municípios paranaenses

Fonte: Agencia de Noticias do Paraná

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,