Maior gêiser ativo de Yellowstone entra em erupção novamente; e ninguém sabe por quê

Gêiser Steamboat

Os cientistas não acreditam que o fenômeno conduza a uma devastadora erupção do temido supervulcão, mas não descartam a possibilidade.

gêiser Steamboat, localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, é atualmente o maior do mundo em atividade. Atualmente, os cientistas têm concentrado a atenção neste gêiser, já que no dia 4 deste mês entrou em erupção pela quarta vez desde que o início do ano.

O comportamento incomum desta nascente termal causou espanto entre os visitantes do parque natural, mas também preocupação devido a uma possível erupção catastrófica.

Os especialistas não têm certeza de quais condições geralmente causam um aumento na atividade dos gêiseres, mas, segundo Michael Poland, diretor do Observatório Vulcanológico de Yellowstone (OVY), Steamboat parece ter um sistema de condutas internas menos estável do que outras fontes termais.

“Quando está estável, esperamos que o comportamento seja um pouco mais previsível ou mais regular”, disse a Poland, citado pela Wyoming Public Media. No entanto, embora não descarte tal possibilidade, o especialista indica que a atividade não é, provavelmente, devida a uma erupção latente do temido supervulcão que fica debaixo do parque natural.

“Essas erupções irregulares de gêiseres são, em grande escala, uma consequência das mudanças na superfície e do fluxo de água que ocorrem nas centenas de metros abaixo do solo”, explicou o cientista, indicando que o magma causaria uma erupção vulcânica.

O gêiser Steamboat, capaz de disparar água fervente a uma altura de cerca de 90 metros, entrou em atividade nos dias 15 de março, 19 e 27 de abril e 4 de maio. Segundo o Observatório Vulcanológico de Yellowstone, a última vez que ocorreram mais de três erupções de gêiseres em apenas um ano foi há mais de três décadas.

Fonte: Zap

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,