Autobahns da Alemanha sofrem danos após onda de calor

Hitze beschädigt Betonplatten auf der Autobahn A10 (picture-alliance/dpa/J. Stähle)Trecho danificado de autobahn entre Bad Oldesloe e Bargteheide. Alemanha registrou temperaturas acima de 30°C nos últimos dias.

Uma onda de calor que atingiu nos últimos dias diversas regiões da Alemanha fez com que alguns trechos de autobahns, o sistema de autoestradas alemão, se partissem. O país registrou temperaturas acima dos 30°c ao longo da semana. A temperatura média de maio registrada na Alemanha foi a mais alta para o mês desde 1889.

Os danos foram registrados em três pistas da rodovia A1 entre Bad Oldesloe e Bargteheide, no estado de  Schleswig-Holstein, que acabaram sendo fechadas, afetando cerca de 70.000 motoristas. Seções da A10 perto de Berlim também foram bloqueadas nesta semana. Equipes de manutenção e da polícia também estão monitorando um trecho da rodovia A9 no estado de Saxônia-Anhalt, que também apresentou danos.

O alçamento de lajes de concreto registrado nos trechos danificados ocorre quando o material não tem espaço suficiente para se expandir no calor. As lajes então empurram as seções laterais até que elas acabem se partindo. Autoestradas de concreto correm maior risco se já houver algum dano.

Hitze beschädigt Betonplatten auf der Autobahn (picture-alliance/rtn - radio tele nord)Lajes de concreto se expandiram por causa do calor, provocando danos nas estradas.

Após os episódios, o Automóvel Clube Alemão (ADAC) pediu ao governo federal que coloque em prática uma estratégia de longo prazo e aumente o investimento nas estradas.

“Medidas de curto prazo foram iniciadas em trechos que estão particularmente em risco”, disse um porta-voz da ADAC. “Mas isso não deve substituir uma revisão completa que é necessária para a maioria das rodovias.”

Fonte: Deutsche Welle

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,