Começa congresso sobre resíduos urbanos

Na abertura do 1º Congresso Internacional Cidades Lixo Zero, realizado em Brasília de 5 a 7 de junho, o secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Jair Tannús Júnior, apresentará um balanço das ações da pasta, que é o órgão do governo federal responsável pela gestão integrada de resíduos sólidos.

Destaque para os avanços da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), revisada em 2017, com o objetivo de orientar as ações necessárias para a melhoria da gestão dos resíduos no país e propõe diretrizes, metas e estratégias baseadas no diagnóstico da situação em todo o território nacional.

Entre os avanços estão a publicação do primeiro normativo nacional que define critérios ambientais para a compostagem, o que traz segurança técnica, jurídica e consolida novos conceitos para a expansão desta prática no Brasil; a publicação do manual de orientação de compostagem doméstica, comunitária e institucional dos resíduos orgânicos, e o edital que apoia a implementação de projetos integrados de segregação na fonte e reciclagem da fração orgânica de resíduos sólidos.

PARTICIPAÇÃO

Além do secretário, técnicos da pasta também participam dos debates do evento. Na quinta-feira (07/06), às 9 horas, o coordenador-geral de Gerenciamento Costeiro, Régis Pinto de Lima, discutirá o tema Lixo Marinho e Cidades Costeiras, na sala 3. No mesmo horário, o coordenador de Resíduos Sólidos, Lúcio Proença, fará palestra sobre resíduos sólidos e mudança do clima, em evento organizado pelo projeto de cooperação ProteGEEr (MCidades, MMA e GIZ).

Lúcio Proença também participa, no mesmo dia, de debate sobre compostagem. A compostagem é uma alternativa tecnológica de reciclagem de resíduos orgânicos ainda pouco explorada no Brasil. Trata-se de um processo relativamente simples e com vasta gama de aplicações, desde a escala domiciliar até a escala industrial, reduzindo a quantidade de resíduos orgânicos enviados para disposição final. O debate será às 14 horas na sala 3.

Ainda na tarde do dia 7, a diretora de Qualidade Ambiental e Gestão de Resíduos do MMA, Zilda Veloso, estará à frente de painel sobre a Lei 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A Política cria metas importantes que irão contribuir para a eliminação dos lixões e institui instrumentos de planejamento nos diferentes níveis de governo. Também estabelece, entre outros aspectos, a responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos.

O EVENTO

O evento, organizado pelo Instituto Lixo Zero, em parceria com o Governo de Brasília e com o apoio do MMA, é voltado a prefeitos, legisladores, gestores públicos, organizações não governamentais, acadêmicos, empresários, empreendedores, estudiosos do tema e da sociedade civil. No congresso, vários especialistas nacionais e internacionais em resíduos sólidos participam trazendo cases de cidades que implementaram o Programa Lixo Zero e que apresentam bons resultados.

O conceito Lixo Zero é uma meta para guiar pessoas e instituições a mudarem as práticas para incentivar os ciclos naturais sustentáveis, onde todos os materiais são projetados para permitir sua recuperação e uso pós-consumo.

SERVIÇO:
Onde: Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.
Quando: De 5 a 7 de junho de 2018.
Programação: clique aqui
Para saber mais: clique aqui
Inscrição: clique aqui

Fonte: MMA