Dois homens são presos no Sri Lanka por matarem leopardo, que está em extinção

Dois homens foram presos no Sri Lanka por terem matado e espancado um leopardo. Segundo as autoridades, o ato considerado “repugnante”, foi filmado e postado nas redes sociais.

O crime aconteceu na última quinta-feira (21). O leopardo, que faz parte das espécies em extinção naquele país, foi morto depois de ter atacado uma dúzia de pessoas em um vilarejo a 330 km de Colombo.

“É repugnante ver essas imagens”, declarou no Parlamento o vice-ministro encarregado da Vida Selvagem, Palitha Thewarapperuma.

A polícia indicou que ainda está à procura de outras dez pessoas que participaram do massacre do animal.

Os leopardos do Sri Lanka, que somam cerca de 1 mil de acordo com as últimas estimativas, estão na lista ameaçada de animais da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

Nesta foto de 2012, um leopardo caminha no Parque Nacional Yala em Yala, a cerca de 300 km do centro de Colombo, no Sri Lanka (Foto: REUTERS/Dinuka Liyanawatte)

Nesta foto de 2012, um leopardo caminha no Parque Nacional Yala em Yala, a cerca de 300 km do centro de Colombo, no Sri Lanka (Foto: REUTERS/Dinuka Liyanawatte)

Fonte: France Presse