EXCLUSIVO: Bahia apresenta os resultados do Programa Monitora, voltado à qualidade da água dos rios

Danielle Jordan / AmbienteBrasil

O balanço do Programa Monitora em 2008 foi apresentado aos órgãos governamentais, Ministério Público, universidades, instâncias ligadas ao meio ambiente e ONGs. O programa do governo do estado é executado pelo Instituto de Gestão das Águas e Clima (INGÁ) e tem como objetivo monitorar a qualidade da água dos principais rios baianos.

Até 2010 R$ 6,7 milhões serão investidos no projeto. As informações levantadas permitem a aplicação de políticas públicas de controle de poluição, recuperação de áreas degradadas e gestão de recursos hídricos.

Segundo o coordenador de Monitoramento do INGÁ, Eduardo Topázio, os diagnósticos sobre a qualidade dos rios indicam na verdade o estado de saúde das bacias hidrográficas. “As informações servirão de base para ações de saúde pública, saneamento, fiscalização ambiental, abastecimento, navegação, além de atividades econômicas”, diz

Um banco de dados de recursos hídricos vai relatar o diagnóstico da qualidade das águas. O coordenador de Monitoramento destaca que os esgotos domésticos das áreas urbanas e no Recôncavo Norte continuam sendo as principais causas de contaminação dos rios na região. As concentrações populacionais e industriais também foram apontadas.

Os relatórios completos encontram-se disponíveis no site www.inga.ba.gov.br, no link Programa Monitora, ou diretamente em http://monitora.inga.ba.gov.br/.