EXCLUSIVO: Temporada de pinguins no litoral paulista – instituto alerta para os cuidados no resgate dos animais

Danielle Jordan / AmbienteBrasil

Nesta época é comum encontrar pinguins no litoral norte do estado de São Paulo. Para atender os animais que chegam às praias brasileiras o Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha e o Aquário de Ubatuba se preparam para o resgate e tratamento das aves.

O oceanógrafo Hugo Gallo, fundador das instituições e diretor do Aquário de Ubatuba, confirma que as entidades estão prontas para receber os animais. Segundo ele, a temporada de 2008 foi recorde, sendo que mais de 150 pinguins foram resgatados e soltos pelo IBAMA, INPE e outras instituições do litoral paulista.

As únicas instituições com licença do Ibama para a realização do trabalho com aves e animais marinhos na região são o Aquário de Ubatuba e o Instituto Argonauta, que busca recursos para a estruturação de um centro de reabilitação e triagem de animais aquáticos.

Cuidados

O Pingüins de Magalhães (Spheniscus magellanicus), tem cerca de 70 m de altura, pesam 5 kg e vivem em uma zona de clima temperado, nas regiões da Patagônia Argentina e Chilena, podendo sofrer variações na temperatura do ambiente de 7 a 35ºC.

Ao contrário do que se imagina, ao serem encontrados, os animais não precisam ser resfriados. Alguns cuidados, como colocá-los em uma caixa de papelão envoltos em uma toalha ou jornal, até que o resgate chegue, pode ajudar no socorro dos animais.

Em 21/04 AmbienteBrasil publicou EXCLUSIVO: Capacitação orienta a comunidade sobre os procedimentos em casos de encalhe de animais marinhos, com informações sobre como agir no resgate.

Mais informações também podem ser obtidas no site www.institutoargonauta.org.

*Foto da página principal – divulgação