Campeão brasileiro de automobilismo é nomeado defensor da ONU pelo fim da poluição do ar

Entre suas muitas conquistas no automobilismo, di Grassi é o atual campeão da Fórmula E — série que usa apenas carros elétricos. O competidor foi nomeado Defensor do Ar Limpo da agência das Nações Unidas.

Piloto e campeão brasileiro da Fórmula E, Lucas Di Grassi é o novo Defensor do Ar Limpo da ONU Meio Ambiente. Foto: Fórmula EPiloto e campeão brasileiro da Fórmula E, Lucas Di Grassi é o novo Defensor do Ar Limpo da ONU Meio Ambiente. Foto: Fórmula E

O piloto brasileiro Lucas di Grassi anunciou na última sexta-feira (27) seu apoio aos esforços da ONU Meio Ambiente para combater a poluição do ar, um problema que atualmente é o maior risco ambiental para a saúde humana. Entre suas muitas conquistas no automobilismo, di Grassi é o atual campeão da Fórmula E — série que usa apenas carros elétricos. O competidor foi nomeado Defensor do Ar Limpo da agência das Nações Unidas.

“Para mim, é uma enorme conquista fazer parte do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente”, disse di Grassi em Paris, na semana passada, antes do E-Prix da Qatar Airways de 2018.

Ajudando a promover formas de mobilidade com zero emissões de gases do efeito estufa, a Fórmula E é também um campo de testes para alguns dos maiores fabricantes de automóveis do mundo, que desenvolvem os carros elétricos do futuro.

Di Grassi corre pela Audi na categoria, mas além de competir no circuito mundial, o brasileiro é um empreendedor ecológico por conta própria. O piloto fundou a EDG, uma empresa especializada em bicicletas elétricas leves com 100 km de alcance.

Em seu novo papel como Defensor do Ar Limpo da ONU Meio Ambiente, di Grassi ajudará a difundir as mensagens da campanha BreatheLife, que é promovida pela agência em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Coalizão Clima e Ar Limpo. A iniciativa divulga os riscos de saúde associados à poluição atmosférica e promove alternativas e estratégias para reduzir a contaminação do ar.

A ONU Meio Ambiente acredita que, juntos, o piloto e a Fórmula E podem contribuir com a luta por um planeta mais limpo, apresentando a mobilidade sustentável como solução de transporte para algumas das cidades mais emblemáticas do mundo, em todos os cinco continentes.

“As pessoas só vão comprar carros elétricos quando eles forem melhores que os carros movidos a combustão”, diz o fundador e CEO da Fórmula E, Alejandro Agag. “Para fazer isso, você precisa melhorar a tecnologia, e é exatamente isso que estamos fazendo aqui. As baterias são um problema em carros elétricos. Estamos vendo que o progresso é lento, mas, em quatro anos, dobramos o alcance das baterias dos nossos carros.”

“O melhor de ter Lucas a bordo é que ele é um campeão em mais de uma categoria”, diz o vice-diretor da Divisão de Economia da ONU Meio Ambiente, Tim Kasten.

“Ele é um campeão na Fórmula E e também um campeão em termos de promoção do meio ambiente e da qualidade do ar. Estamos trabalhando com a Fórmula E porque queremos promover a mobilidade sustentável para melhorar a vida das pessoas em todo o mundo ”, acrescenta o especialista da agência da ONU.

Fonte: ONU

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,