Abril tem chuva abaixo da média em SP e tempo seco

A chuva abaixo da média em abril em São Paulo, somada ao tempo seco na cidade, está gerando incômodo na população. Entre os sintomas sentidos pelas pessoas estão nariz e garganta ressecados.

Não chove na cidade há 13 dias, o que não é comum para um mês como abril, em que costuma chover até 75,8 mm. Até esta quinta-feira (14), a medição constatou que choveu apenas 0,6 mm, no primeiro dia de abril.

O tempo seco provoca outros sintomas, como a moleza no corpo, e exige que a pessoa beba mais água. Isso porque a falta de chuva deixa o ar mais pesado, e respirar fica mais difícil.

Quem trabalha na rua também sofre com o calor. Entregadores de bebidas dizem que dá vontade de ficar em casa, tomando banho. Na banca de revista, vendedores colocaram ar-condicionado. “É mais fresco”, diz a vendedora.

O médico pneumologista explica que, com a umidade do ar baixa, o ar seco entra no nariz e na garganta e, como deve chegar úmido aos pulmões, as vias respiratórias trabalham mais. “Por isso, o corpo gasta mais água para umedecer o ar”, afirma ele.

“Aí o corpo fica mais vulnerável. Para tentar amenizar isso, é bom beber muito líquido, que pode ser suco, água de coco e água mesmo, que é imbatível no quesito hidratação. Umedeça o nariz e os olhos com soro fisiológico. E quem já tem uma doença como rinite alérgica ou asma, o ideal é procurar seu médico e manter o controle da medicação”, aconselha o médico.

Para poupar os alunos, uma escola decidiu fazer a aula de educação física em uma sala de aula fechada e com computadores. A medida foi a maneira encontrada para não expor os alunos à baixa umidade. Na aula eles respondem perguntas sobre as Olimpíadas e os esportes que compõem a competição. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5