Os Aqua Painéis de zero eletricidade da Uravu produzem galões de água do ar rarefeito

A Uravu, uma startup baseada em Hyderabad, na Índia, criou um dispositivo que pode produzir água a partir de uma fonte improvável – o próprio ar. Os Aqua Painéis, acessíveis e sem eletricidade, usam energia solar térmica para converter vapor em água utilizável – e devem estar disponíveis ao público dentro de dois anos. “Não há necessidade de eletricidade ou partes móveis”, disse Swapnil Shrivastav, co-fundador da Uravu, ao Quartz India. “É apenas um dispositivo passivo que você pode deixar no seu telhado e gerará água. O processo começa à noite e, à noite, no dia seguinte, você terá água.

Uravu tem o nome de uma palavra malaiala que às vezes se refere a fontes de água doce e pode ser traduzida como “fonte”. Embora a tecnologia por trás do sistema de Uravu não seja nova, ela teve alguns problemas. “Você precisa de alta umidade e o consumo de energia (envolvido) é alto”, disse Shrivastav, referindo-se à tecnologia ultrapassada. “Há muitas partes móveis. O que queríamos fazer era ter um dispositivo modular simples”.

Imagens via Depositphotos e Uravu

Imagens via Depositphotos e Uravu

A empresa encontrou inspiração no fato de que a atmosfera está constantemente mantendo várias quantidades de umidade. “Isso nos levou a pensar porque este recurso não está sendo utilizado”, disse Shrivastav. “[O vapor de água] também não se limita à dessalinização, que acontece apenas na costa. Ou chuvas que não acontecem em todos os lugares.

Related: Cortina gigante construída no Peru para estudar as mudanças climáticas nas florestas nubladas

Para produzir água potável, os usuários precisarão suplementar seu dispositivo com um cartucho mineral acoplável. O protótipo atual gera aproximadamente 50 litros diários, embora a equipe espere desenvolver algum dia uma máquina capaz de produzir 2.000 litros por dia. “Inicialmente, vamos trabalhar com governos e parceiros estratégicos, e queremos chegar a lugares onde haja escassez de água, como partes de Rajasthan e Andhra Pradesh e áreas rurais”, explicou Shrivastav. “Vamos tentar começar com um dispositivo doméstico e visar projetos no nível da comunidade”.

Fonte: Meio Ambiente Rio

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,